9 de fevereiro de 2011

Portugueses são os que menos confiam no Governo, seguros e banca


Os portugueses são os que menos confiam no Governo entre um grupo de 23 países analisados num barómetro que avalia o nível de confiança nas empresas, Governo, ONG e media, que hoje será divulgado.

De acordo com o Edelman Trust Barometer 2011, que pela segunda vez inclui Portugal, apenas 9% dos 203 inquiridos afirmou confiar no executivo. Face a 2010, o "Governo é a única instituição cujo nível de confiança se reduz", refere o estudo.

No ano passado, 27% dos inquiridos afirmou confiar no executivo, um valor que desceu para 9%. Entre os mais desconfiados nos Governos estão os irlandeses (20%) e os alemães (33%), enquanto os chineses (88%) se mostram os mais confiantes.

Na mesma linha, Portugal "é o segundo país que atribui menos credibilidade a um representante do Governo ou regulador", sendo apenas superado pela Indonésia, numa tabela liderada pelo Brasil.

Os portugueses consideram os técnicos das empresas (como cientistas ou engenheiros) os porta-vozes mais credíveis e os presidentes executivos os segundo menos credíveis. Já as Organizações Não Governamentais (ONG) são as instituições em que os portugueses mais confiam (69%), seguidas pelas empresas (47%) e os media (39%).

ler mais aqui

PORQUE SERÁ?


2 comentários:

  1. porque será?
    se nem o sócrates acha que tem capacidade para ser 1ºministro e mesmo assim se candidata, o que deverão achares o resto dos portugueses?

    http://1.bp.blogspot.com/_IQBVOp3aPRc/TSZhBW5QtvI/AAAAAAAAAtU/AdIzkrDW6Ro/s1600/entrevista+socrates+a+revista.jpg

    ResponderEliminar
  2. Sócrates sempre mentiu com quantos dentes tem! É pena que os portugueses não se tenham apercebido disso, o resultado está à vista, um país na banca rota e sem ponta por onde se pegue.

    ResponderEliminar