10 de novembro de 2010

Começo do fim de uma nação




"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade.
Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber.
O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém.
Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação. É impossível multiplicar riqueza dividindo-a."

Adrian Rogers, 1931



1 comentário:

  1. Acho que este conceito parvo do "multiplicar, dividindo!" ja vem dos tempos de jesus cristo, que pegou num pao e o multiplicou, partindo-o a meio...

    ResponderEliminar